Blast Brigade vs. The Evil Legion of Dr. Cread – Análise

Blast Brigade vs. The Evil Legion of Dr. Cread é um jogo de ação em plataformas a duas dimensões cuja exploração assume contornos de um “Metroidvania”. Apesar das suas características não serem muito originais, Blast Brigade vs. The Evil Legion of Dr. Cread consegue criar uma experiência cativante graças às suas personagens carismáticas, a um sentido de humor apurado e uma jogabilidade muito bem implementada.

A curva de aprendizagem é equilibrada e o nível de desafio assim o exige. O jogo é desafiante mas justo, recompensando de forma eficaz a perícia do jogador. O jogo é bastante célere e fluido e os controlos bastante apurados, e basta um período de habituação curto para o caos das batalhas mais intensas se transformar em sessões de jogo muitíssimo divertidas, onde os reflexos do jogador são postos à prova de forma constante. Existem pontos de salvaguarda onde podemos repousar e onde a nossa aventura será retomada caso não corra tudo como planeado. Encontram-se vários módulos que podemos acrescentar ao nosso PDA para desenvolver as características da nossa personagem. Este sistema mantém o equilíbrio do jogo, adicionando uma vertente estratégica interessante mas sem desequilibrar demasiado a jogabilidade, e recompensa as escolhas assertivas de módulos ao longo do nosso percurso. Os combates contra os “bosses” são exigentes e carregados de pontos de vida, onde se torna imperativo antecipar os seus movimentos, prever os seus padrões de ataque, e adaptar a nossa estratégia a cada momento. São sem duvida um dos pontos altos do jogo e verdadeiramente memoráveis.

O desenho dos níveis segue uma linha semelhante a um “Metroidvania”, obrigando o jogador a explorar de forma exaustiva cada local à medida que adquirimos novas habilidades para explorar novos espaços nesses níveis e aceder a novos locais. Se a fórmula não é novidade, ela é aplicada de forma competente, embora por vezes torne demasiado óbvio o objetivo seguinte e mantém a exploração bastante sequencial. A variedade das zonas a explorar é notável e a direção artística é um dos pontos de destaque. As personagens são memoráveis, repletas de estereótipos dos filmes de ação dos anos 80, com um sentido de humor afinado sem nunca retirar o protagonismo à ação. A execução técnica é irrepreensível e a possibilidade de se jogar em qualquer lado torna esta a versão mais versátil.

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO
8 10 0 1
Blast Brigade vs. The Evil Legion of Dr. Cread é um jogo de ação em plataformas a duas dimensões que surpreende de tão completo e exigente, repleto de humor mordaz e personagens extremamente carismáticas. Uma experiência obrigatória para os apreciadores de jogos "Metroidvania" e saudosistas das emoções fortes dos filmes de ação dos anos 80.
Blast Brigade vs. The Evil Legion of Dr. Cread é um jogo de ação em plataformas a duas dimensões que surpreende de tão completo e exigente, repleto de humor mordaz e personagens extremamente carismáticas. Uma experiência obrigatória para os apreciadores de jogos "Metroidvania" e saudosistas das emoções fortes dos filmes de ação dos anos 80.
8/10
Total Score

Pontos positivos

  • Jogabilidade exigente e bem implementada
  • Competente numa televisão ou ecrã da Switch
  • Batalhas contra "bosses" memoráveis

Pontos negativos

  • Exploração por vezes demasiado sequencial

Sérgio Mota

Após passar grande parte da sua infância em Hyrule e no Mushroom Kingdom dedica-se agora a explorar o vasto universo digital que o rodeia. Embora seja entusiasta de novos títulos é possível encontrá-lo frequentemente a revisitar os clássicos.