Aerial_Knight’s Never Yield – Análise

Aerial_Knight’s Never Yield é uma mistura interessante de jogo de plataformas 2D num ambiente 3D e de “endless runner”. Encarnamos Wally, um jovem que esconde um segredo importante, e a nossa missão é impedir a qualquer custo que ele seja apanhado. A presença de um enredo forte destaca-se entre outros jogos semelhantes, enredo esse que é apresentado de forma atípica, sem grandes notas introdutórias ou animações, mas com pequenos indícios apresentados de forma gradual e abertos à interpretação, o que leva a curiosidade do jogador a funcionar como grande motor do jogo.

Os primeiros minutos introduzem as mecânicas de jogo em jeito de tutorial. A forma como “parkour” se transforma numa experiência jogável está feita de forma exímia e a variedade de movimentos possíveis é assinalável. O tempo de reação é importante e não deixa ao jogador muita margem para hesitações, mas também podemos dar asas à nossa criatividade e explorar os movimentos do nosso protagonista ao máximo. Apesar da longevidade ser curta há aqui motivos suficientes para repetir a experiência e desbloquear elementos estéticos novos, o que são boas notícias para quem aprecia sessões curtas de jogo.

A construção de níveis apresenta uma variedade satisfatória e com uma curva de dificuldade bem equilibrada, algo que se nota melhor pelas variações de perspetiva ao longo das fases. Disfarçadas na direção artística original encontramos pistas cromáticas que nos permitem antecipar o próximo obstáculo e avançar de forma mais célere. O efeito de câmara lenta permite ainda ao jogador adequar a sua resposta, sendo este mais ou menos preponderante mediante o nível de dificuldade escolhido. A banda sonora acompanha a aventura de forma incrível, com trilhas sonoras de jazz e hip hop de qualidade muito acima da média para um jogo “indie” destas características. Quando perdemos, a música desafina com um tom bastante irritante, o que torna este processo mais frustrante. Num jogo exigente e onde a tentativa e erro são recorrentes, este efeito sonoro era perfeitamente dispensável, mas é apenas uma gota de água na qualidade sonora do jogo.

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO
7 10 0 1
Aerial_Knight’s Never Yield é uma mistura interessante de jogos de plataformas e "endless runner", com um enredo bastante presente que se desenvolve ao longo do jogo. Apesar da experiência durar pouco, o jogo está cheio de momentos que convidam a revisitá-lo. O maior destaque vai para a banda sonora, que não só sublinha toda a qualidade do jogo como é uma mais valia por si só.
Aerial_Knight’s Never Yield é uma mistura interessante de jogos de plataformas e "endless runner", com um enredo bastante presente que se desenvolve ao longo do jogo. Apesar da experiência durar pouco, o jogo está cheio de momentos que convidam a revisitá-lo. O maior destaque vai para a banda sonora, que não só sublinha toda a qualidade do jogo como é uma mais valia por si só.
7/10
Total Score

Pontos positivos

  • Banda sonora de excelência
  • Uso de câmara eficiente
  • Jogabilidade exigente mas justa
  • Enredo aberto

Pontos negativos

  • Longevidade curta
  • Falta de multijogador e de opções em rede

Sérgio Mota

Após passar grande parte da sua infância em Hyrule e no Mushroom Kingdom dedica-se agora a explorar o vasto universo digital que o rodeia. Embora seja entusiasta de novos títulos é possível encontrá-lo frequentemente a revisitar os clássicos.